25/08/2021

Como descongestionar o nariz do bebê

   O nariz entupido é algo bem comum, principalmente nos bebês, pois seu sistema imunológico ainda está em fase de desenvolvimento. Entretanto pode ser muito desconfortável para o bebê, pois, até aos 6 meses de idade, os pequenos conseguem respirar apenas pelo nariz. Sendo assim, quando o nariz está entupido, o bebê precisa fazer mais esforço do que o habitual para conseguir respirar. Isso faz com que o bebê possa perder o apetite e acabe como consequência tendo dificuldade para ganhar peso e se desenvolver normalmente.

   É de bom grado limpar o nariz do bebê varias vezes ao durante o dia para retirar as secreções que vão saindo. Manter o nariz sempre limpo permite que o bebê fique mais aliviado, durma mais tranquilo e consiga se alimentar melhor.

 

Principais formas caseiras para desentupir o nariz do bebê

 

1. DAR UM BANHO MORNO

   Dar banho com água morna ou quente produz vapor que, ao ser respirado pelo bebê, ajuda a fluidificar e eliminar as secreções que estão no nariz. Para isso é importante que a porta do banheiro esteja fechada para o maior acumulo de vapor possível. No final do banho é muito importante lembrar de secar bem o bebê, vesti-lo e evitar que fique em locais com correntes de ar.

 

2. APLICAR GOTAS DE SORO FISIOLÓGICO

   Deve-se aplicar cerca de 3 a 5 ml de soro fisiológico em cada narina, 2 a 3 vezes ao dia, isso ajuda a fluidificar as secreções, tornando-as mais fáceis para o bebê eliminar naturalmente. Outra opção é usar uma solução nasal própria para a remoção de secreções nasais de bebês, elas podem ser encontradas e compradas na farmácia.

 

3. ASPIRAR COM UMA SERINGA DE BULBO

   A seringa de bulbo é bem semelhante a uma pequena bombinha de ar, ela pode ser comprada na farmácia e para usar é bem simples, deve-se primeiro antes de tudo apertar o corpo (balão) da bombinha e depois inserir a ponta no início da narina do bebê. Depois, desaperte a bombinha e as secreções são aspiradas suavemente sem machucar.

   É muito importante que aperte antes da inserção dentro do nariz do bebê, pois caso faça isso já dentro você pode acabar empurrando as secreções mais para o fundo, tornando-as mais difíceis de eliminar.

   Após usar a seringa é muito importante lembrar de lavá-la com água quente e sabão para evitar que fungos e bactérias se desenvolvam, assim como deixá-la secar completamente antes de voltar a utilizar.

 

4. UMIDIFICAR O AMBIENTE

   Colocar uma bacia com água quente onde o bebê passa maior parte do tempo permite umidificar o ambiente, fazendo com que o bebê respire partículas de água que ajudam a fluidificar as secreções.

   É muito importante que a bacia fique longe do alcance do bebê, especialmente quando já consegue engatinhar ou caminhar, para evitar acidentes.

 

5. COLOCAR UM TRAVESSEIRO EMBAIXO DO COLCHÃO

   Colocar uma almofada ou um travesseiro por de baixo do local onde o bebê dorme também é uma ótima maneira de desentupir o nariz do bebê. Assim, a cabeceira fica mais elevada e a secreção não fica acumulada na garganta, deixando o bebê dormir mais sossegado.

 

PRINCIPAIS CAUSAS DE NARIZ ENTUPIDO NO BEBÊ

 

   É normal que o bebê apresente o nariz entupido várias vezes ao longo dos primeiros meses de vida, pois como ja mencionado, seu sistema imunológico ainda está em fase de desenvolvimento. Apesar de não representar algo grave para o bebê, é preciso tratar o nariz entupido, pois causa grande desconforto e interfere no sono e na alimentação.

   As principais causas são:

 

1. GRIPE OU RESFRIADO

   Por conta do sistema imunológico pouco desenvolvido, é comum que os bebês tenham gripe ou resfriado no primeiro ano de vida, sendo comum apresentarem olhos lacrimejantes, nariz entupido e febre, por exemplo.

   Solução: a melhor maneira de tratar a gripe ou o resfriado no bebê é por meio da amamentação, pois ela carrega com si anticorpos capazes de exterminar os virus causadores de doenças no bebê. Além disso, os bebês com mais de 1 ano podem usar digerir sucos naturais, como laranja ou acerola, por exemplo, para combater a gripe mais rápido e fortalecer o sistema imunológico.

 

2. ALERGIA

   A alergia, muitas vezes chamada de rinite, pode ter origem pelo contato com poeira ou pelo de animais, que sensibilizam o sistema imunológico do bebê e causam espirros, coriza e tosse constante.

   Solução: é importante identificar a causa da alergia e evitar que o bebê entre em contato com o mesmo. Além disso, deve-se manter o bebê hidratado e ir ao pediatra caso a alergia se torne mais intensa e frequente.

 

3. AUMENTO DAS ADENOIDES

   A adenoide é um conjunto de tecido linfático localizado no fundo do nariz, ele faz parte do sistema imune e tem como objetivo proteger o organismo contra microrganismos. Esse mesmo tecido cresce de acordo com o desenvolvimento do bebê, porém em alguns casos pode ter crescimento excessivo e interferir na respiração do bebê.

   Solução: é indicado ir ao pediatra quando se notar dificuldade na respiração, tosse contínua e nariz entupido no bebê sem causa aparente, pois pode ser indicativo de aumento na adenoide. Assim, o pediatra poderá orientar como deve ser feito o tratamento.

 

QUANDO IR AO MÉDICO

 

   É sempre muito importante entrar em contato com o pediatra sempre que existirem quaisquer dúvidas sobre a saúde do bebê, assim como quando o bebê apresenta nariz entupido muitas vezes ou quando surgem outros sintomas como:

 

-Tosse intensa;
-Espirros constantes;
-Chiado ao respirar;
-Diminuição do apetite;
-Febre acima de 38º C;
-Cansaço excessivo.

 

   Além disso, se o bebê apresentar sinais de dificuldade para respirar como respiração muito rápida, coloração azulada ou palidez, deve-se ir imediatamente ao hospital.

 

 

 

 

 

 

Categorias:

Acessórios

Roupa

Body

Cobertor

Bolsa Maternidade

Saída De Maternidade

Macacão Bebê